Prefeitura seta Cultura seta Notícias seta FGM abre edital para seleção dos “Espaços Boca de Brasa”
 
FGM abre edital para seleção dos “Espaços Boca de Brasa”
18-ago-2017

A Fundação Gregório de Mattos (FGM) vai investir na descentralização do acesso a atividades culturais em Salvador. Foram abertas nesta quarta-feira, 16/08, as inscrições no Edital 006/2017 – Espaços Boca de Brasa, que prevê a concessão de aporte financeiro para propostas de aprimoramento e dinamização das atividades desenvolvidas em espaços culturais da cidade. Os projetos poderão ser inscritos por meio do site www.bocadebrasa.salvador.ba.gov.br até o dia 15 de setembro.

 

Baixe o Edital Completo clicando aqui.

 

Serão contemplados três projetos com R$150 mil cada. No período de execução, eles passarão a ser identificados como Espaços Culturais Boca de Brasa. O edital se deve ao enorme sucesso do projeto de mesmo nome, relançado em 2013. “Verificamos, entretanto, nas escutas que fizemos com as comunidades, que era importante estender a permanência do Boca de Brasa nos bairros para além de uma semana. Por isso buscamos uma ampliação da proposta, de modo que as atividades passem a ocorrer de forma permanente”, explica Fernando Guerreiro, presidente da FGM e responsável pela reformulação e retomada do projeto, criado na década de 1980.

 

A proposta é que até o fim da gestão, em 2020, dez Espaços Boca de Brasa estejam em funcionamento, espalhados por toda a cidade. Na prática, esses serão locais propícios à convergência e aglutinação de ações que possibilitem o desenvolvimento cultural e, consequentemente, humano e econômico do território no qual estarão estabelecidos. Por meio da cultura e dos encontros e atividades que ela promove, os Espaços Boca de Brasa podem contribuir com a cultura da paz e o respeito à diversidade (cultural, étnico-racial, religiosa, de gênero e orientação sexual) e estimular o pleno exercício da cidadania.

 

Para participar, as instituições proponentes precisam estar estabelecidas há pelo menos um ano na cidade de Salvador e possuir notória atuação em alguma das regiões administrativas da cidade. Além disso, a finalidade cultural precisa estar declarada em seu estatuto social. As propostas apresentadas devem ser desenvolvidas no prazo de 12 meses consecutivos, período que também pode incluir ações relacionadas ao planejamento, monitoramento e avaliação das ações. Serão priorizadas propostas oriundas de bairros localizados nas Zonas Especiais de Interesse Social do Município de Salvador (ZEIS) e oriundas de bairros onde não existam equipamentos culturais públicos em funcionamento.

 

No dia 30 de agosto, às 17h, a FGM realiza uma oficina de orientação sobre este edital, no Centro Cultural da Barroquinha.

 

Boca de Brasa

Criado em 1986 e relançado em 2013, o Boca de Brasa visa fomentar a cultura na periferia da cidade, com foco na promoção da cidadania, por meio do incentivo às manifestações artísticas dos bairros de Salvador. Entre 2013 e 2016, foram realizadas 21 edições, com público total de 42 mil pessoas. A ação recebeu também um novo formato, que contempla oficinas gratuitas de diferentes áreas artísticas, bem como de formação de gestores. Cento e vinte oficinas foram realizadas, ao todo, com 2.300 agentes culturais atendidos em 20 bairros.