Prefeitura seta Cultura seta Festas Populares seta Festa de Nossa Senhora da Conceição da Praia
 
Festa de Nossa Senhora da Conceição da Praia
07-dez-2009
A festa em louvor à Nossa Senhora da Conceição da Praia é a mais antiga festa religiosa do Brasil, sendo comemorada desde o ano de 1550. A primeira capela de taipa foi erguida a mando de Thomé de Souza que, segundo alguns relatos, teria ajudado na sua construção. Alguns anos mais tarde essa capela foi demolida e uma nova, feita de tijolos, foi mandada erigir pela família Albuquerque Cavalcanti. A imponente igreja atual teve a sua construção iniciada em 1739.
O ponto alto da festa religiosa, que se inicia dias antes com a novena em louvor à santa, é a procissão que percorre as ruas do comércio levando a imagem de Nossa Senhora da Conceição da Praia e do Deus menino. Durante o trajeto, uma parada obrigatória na Igreja do Corpo Santo, onde junta-se ao cortejo a imagem de São José. A Festa da Conceição, como todas as festas populares religiosas de Salvador, não escapa às manifestações profanas. Dezenas de barracas de bebidas fazem a festa da população.

A IGREJA BASÍLICA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DA PRAIA
Situa-se próxima do porto, no sopé da Montanha, onde nasce uma das mais antigas ladeiras de acesso à cidade alta. O edifício está engastado na rocha viva. Sua vizinhança é constituída por altos sobrados do século passado, de utilização mista: comercial e residencial. A igreja integra o sítio da Conceição tombado pelo IPHAN (GP-1), e a encosta é protegida pelo art. 113 da Lei Municipal nº 2.403, de 23.08.1972, como zona de preservação rigorosa (GP-1). Edifício de elevado valor monumental, a construção compreende, além da igreja, dois corpos laterais que abrigam atividades da Irmandade e que se separam da igreja por corredores longitudinais. O corredor esquerdo conduz a um pátio com chafariz, onde nasce larga escadaria de mármore que leva à Sala dos Irmãos. As galerias cegas sobre os corredores laterais da nave, entre o térreo e o primeiro andar, são um resíduo dos trifórios das igrejas medievais. O teto da nave e da capela-mor são de J. Joaquim da Rocha (1772/73). Destaca-se ainda o retábulo do altar-mor de João Moreira do Espírito Santo (1765/73).
Como entalhadores, trabalharam no séc. XIX: Cândido Alves de Souza, Goldino Francisco Borges e Vitoriano dos Anjos (1834/35). Possui na ante-sacristia azulejos tipo "grinalda" (séc. XVIII), e na sacristia, azulejos de 1860. Na sacristia existe belo lavabo em mármore com bacia em concha. Dentre a imaginária, destaca-se: imagem de N.S. da Conceição, de Domingos Pereira Baião (1855).

Igreja pré-fabricada em Portugal, com caracteres da arquitetura do Alentejo, Ca 1750, sob a influência de Ludovice. O partido de três corpos separados por corredores fora adotado antes na igreja da Ordem 3ª. de S. Domingos (1731/37). Sua planta é de transição, apresentando capelas laterais, típicas do séc. XVII, e corredores com tribunas superpostas, do começo do séc. XVIII. A nave oitavada é uma transição entre a forma retangular seiscentista e a poligonal, frequente no séc. XVIII, provável influência das igrejas do Menino Deus de Lisboa (1741) e S. João Batista de C. Maior (1734). Smith vê na fachada do conjunto influência do P. de Mafra de Ludovice. Esta tendência em direção ao neo-clássico é notada em outras igrejas que receberam componentes de Lisboa, como N. S. do Pilar e, ainda sem explicação, em Santana. Seu interior é a 1ª. demonstração completa do barroco de D. João V no Brasil. O altar-mor segue a linha de existente em Monte Serrat e influenciou o da S. C. de Misericórdia. O teto da nave obedece a concepção ilusionista barroca de origem italiana.
Fonte: Cd-room IPAC-BA: Inventário de proteção do acervo cultural da Bahia, Bahia, Secretaria de Cultura e Turismo.
 
Na Mídia
:: BAIANOS LOUVAM DUAS PADROEIRAS, A TARDE, 07.12.2004, Local, p.5, Carla Ferreira
:: SOBRINHO DA CONCEIÇÃO, A TARDE, 08.12.1980, Hildegardes Viana
:: D. AVELAR AMEAÇA MUDAR A DATA DA FESTA DA CONCEIÇÃO, A TARDE, 09.12.1979
:: MILHARES DE FIEIS FORAM ACOMPANHAR A PADROEIRA, A TARDE, 09.12.1980
:: CONCEIÇÃO SE PREPARA PARA A FESTA E ÓRGÃO DA BASÍLICA VOLTA A TOCAR 30 ANOS DEPOIS, A TARDE, 26.11.
:: A PROCISSÃO É HOJE DE MANHÃ. PELA SEGUNDA VEZ, EM 400 ANOS, CORREIO DA BAHIA, 08.12.1979
:: DEVOÇÃO IMACULADA, CORREIO DA BAHIA, 09.12.1996, cad 1, p.2
:: MUITA FÉ E EMOÇÃO NA FESTA DE NOSSA SRA. DA CONCEIÇÃO, TRIBUNA DA BAHIA, 09.12.2003, Thais Rocha, C
:: MAIS ANTIGA TRADIÇÃO DO BRASIL, A TARDE, 08.12.1958
:: COMEÇARAM AS FESTAS DA CONCEIÇÃO, A TARDE, 26.11.1962, cad 1, p.2
:: PADROEIRA DA BAHIA LOUVADA COM FERVOR, A TARDE, 09.12.2005, Local, p.3, Sylvia Verônica e Jane Fernan
:: FOLIÕES SE ESBALDAM NA FESTA PROFANA DO COMÉRCIO, CORREIO DA BAHIA, 09.12.2005, Aqui Salvador, p.2
:: COMEÇA DOMINGO FESTA DE CONCEIÇÃO DA PRAIA, CORREIO DA BAHIA, 27.11.1987, cad 1, p.6

:: A FESTA QUE NASCEU COM A PRÓPRIA CIDADE, JORNAL DA BAHIA, 07.12.1975

 

 

foto1foto2